domingo, 13 de setembro de 2009

O preciso




E então o que é preciso?
eu sei que é difícil de se ver.
Ver tudo isso, ainda parece não ver.
Por mais que fuja o pensamento,
não é outro que me vêm dizer o nada.

Se disso sei,
como pensar o contrário?
Se isso não é o preciso,
qual a sua precisão?

Se refere então a quantidade,
se descarta então a qualidade.
Precisa sinceridade?
Qual a precisão?

Há de contar o contado
e será preciso,
é farto é o teu
ou é o fato seu?

O igual
precisa ser diferente,
olhando ao redor...
mesmo assim não se entende.

4 comentários:

  1. "Ver tudo isso, ainda parece não ver"

    Isso acontece muito, mais até do que eu posso quantificar. Os motivos são muitos, mas sempre os mesmos que não valem apenas citar.

    A se você soubesse como gosto daqui...

    Quando você publica seu livro de poesias? Se precisares de um fotografo estarei aqui!

    ResponderExcluir
  2. Olá! te deixei um selo no meu blog =)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Olha gostei muitoO viuuI.

    OLha MEu Blog tbm.

    http://ciadomacacoprego.zip.net

    ResponderExcluir